sexta-feira, 26 de agosto de 2011

Trem de Machu Picchu

Machu Picchu, cidade ao sul do Peru, comemorou no último dia 24 de julho o seu centenário de redescoberta. A cidade Inca foi abandonada com a extinção do povo Inca, durante o processo de colonização e, diferente de outros pontos, não foi explorada pelos espanhóis. Foi tomada pela selva e reapresentada ao mundo em 1911. 

VNews partiu de Ollantaytambo, distrito situado próximo à Cusco, para Machu Picchu em uma viagem de trem, que dura cerca de 1 hora e meia até a pequena cidade de Águas Calientes, vizinha à Machu Picchu.

O trem que é um avião...

O trem que vai de Cusco até Águas Calientes é algo fora de série. Se você já andou em trens turísticos brasileiros, esqueça qualquer referência. Não há como se comparar. No caso da PeruRail, trata-se de uma empresa britânica que disponibiliza diferentes serviços para o turista. As tarifas giram em torno de US$ 30,00. 


Existem alguns serviços oferecidos pela empresa. Na ida, o executivo, com poltronas confortáveis e janelas de visão panorâmica, além de aberturas com vidros no teto, para que o visitante aprecie a paisagem. Os vagões dispõem de ar condicionado e o serviço de bordo oferece refrigerante e salgadinhos - já inclusos na tarifa. Bebidas alcoólicas são cobradas a parte.

Na volta embarquei em um super executivo, onde foi servido jantar durante um número de humor. Em seguida ainda foram apresentados produtos comercializados pela empresa - roupas, lembranças e acessórios - em um desfile de moda, digamos, improvisado. Tudo em sintonia com um ótimo serviço de som nos vagões e uma linda visão do Vale Sagrado Inca, que é o trajeto do trem.
_____________________Revista Eletrônica Transportes Sobre Trilhos - O Futuro da Mobilidade - RETT_____________________
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...