quarta-feira, 5 de junho de 2013

Ministério dos Transportes avalia a retomada de 14 trechos de ferrovias

A retomada está ancorada em um estudo realizado pelo BNDES e pela Coppe no começo da década passada, no qual apenas 14 trechos, de 64, são considerados viáveis. Destes, apenas três terão linhas mais longas que 200 km.

Euler Costa Sampaio, coordenador do projeto de Trens Regionais de Passageiros do Ministério dos Transportes, vê necessidade de se realizar um novo estudo. “Ele foi concluído em 2002, já está antigo. O Brasil mudou muito de lá para cá. Vamos rearrumar esse estudo para identificar se há novas oportunidades”, garante.


O coordenador se diz surpreso com o interesse da população pelos trens. “As pessoas se fascinam. Fiquei impressionado com a participação na audiência pública de Caxias do Sul. A cidade parou para acompanhar. Havia entidades empresariais, políticas, de classe. O interesse é impressionante”, garante Sampaio, que destaca ainda a forte cobrança das pessoas após as audiências.

A intenção do Ministério dos Transportes, segundo Sampaio, é fazer com que o trem seja melhor que o ônibus, para que os viajantes queiram fazer a troca de modal. Todas as vias devem ser operadas por empresas concessionárias.
_____________________Revista Eletrônica Transportes Sobre Trilhos - O Futuro da Mobilidade - RETT_____________________
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...