domingo, 23 de julho de 2017

Trem invertido é o mais rápido da China e já começa a ser testado

Os "aerotrens" já são uma realidade na China, mas uma nova linha férrea suspensa, que começou a ser testada por engenheiros recentemente, promete levá-los a outro nível. Batizada de Skytrain, ela deve abrigar trens capazes viajar a até 70km/h, tornando-se a mais veloz do país. A nova linha pertence à cidade de Qingdao, na província litorânea de Shandong. Capaz de transportar até 510 passageiros em três ou cinco vagões, ele ainda é adaptável ao uso urbano e em áreas montanhosas. 


Além disso, já quebrou recordes de velocidade em sua etapa de testes, afirmam engenheiros. "Esse monotrilho usa a mais recente tecnologia de motor magnético (que emprega imãs para anular o atrito e potencializar a velocidade), o que o permite ter grandes vantagens com maior potência, menor volume físico, um nariz mais baixo e menos peso, realizando assim uma operação mais eficiente", explicou Liu Yuwen, diretor técnico do projeto, ao Sputnik News. A nova linha férrea suspensa é a segunda da modalidade em Qingdao, depois que outro "aerotrem" sustentado por baterias de lítio foi completado em Chengdu, no ano passado. Lá, os trens chegam à máxima de 60km/h. 

A China é o terceiro país no mundo a desenvolver linhas férreas suspensas, onde os trens são 'invertidos' e se movem com o trilho na parte de cima do carro. Antes, Alemanha e do Japão já tinham investido nessa modalidade de transporte. A primeira da história veio do país germânico, na cidade de Wuppertal, em 1901. Ela segue operante até hoje. Já o Japão abriga a linha férrea suspensa mais longa do mundo. A Chiba Urban Monorail, construída em 1988, engloba duas linhas que totalizam 15.2km de extensão. Fonte: Divulgação/CRRC Qingdao Sifang




_____________________Revista Eletrônica Transportes Sobre Trilhos - O Futuro da Mobilidade - RETT_____________________
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...