quinta-feira, 29 de março de 2012

Governo autoriza obras do monotrilho em SP

A linha 17-ouro completa terá cerca de 18 km de extensão e 18 estações. A primeira etapa de obras terá 8 km, saindo do aeroporto, passando pela avenida Roberto Marinho até a estação Morumbi da linha 9-esmeralda da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos).
A demanda de passageiros prevista na linha é de 252 mil pessoas por dia, e deve começar a operar a partir de 2015.

O investimento será de cerca de R$ 3,2 bilhões, com recursos provenientes dos governos do Estado, do município e empréstimo do governo federal (Caixa e BNDES).

Apesar de trafegar sobre trilhos elevados, a construção do monotrilho vai desapropriar 110 imóveis. Três decretos já foram publicados pelo governo, em um total de 118 mil m² --equivalente a 14 campos de futebol.


Ilustração divulgada pelo Metrô mostra como deverá ser a linha do monotrilho em SP


Por conta do início das obras, a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) vai interditar uma faixa da avenida Roberto Marinho, no sentido marginal, a partir das 17h de domingo (1º).



A faixa a ser fechada fica junto ao canteiro central, entre as ruas Constantino de Souza e Princesa Isabel. A interdição deve durar dois anos.
Os veículos serão desviados à direita para as outras quatro faixas da avenida. Fonte Folha


segunda-feira, 26 de março de 2012

Trem do Monotrilho - Linha 2-Verde SP

Confira o Monotrilho da linha 2 verde do estado de São Paulo e veja como será seu interior e algumas características do Monotrilho.

O Monotrilho é um transporte elétrico não poluente, a tendência nas grandes metrópoles é a utilização de transportes ecologicamente correto.

Outro sistema interessante é o Aeromóvel do Rio Grande do Sul e de Nova Iguaçu no Rio de Janeiro que está em fase de implantação. Veja mais informações neste site.


terça-feira, 20 de março de 2012

Rio: Supervia estreia primeiro trem chinês

Depois de dois anos de espera, entra em operação, nesta terça-feira, o primeiro dos 34 trens chineses comprados pelo governo estadual, em 2009, para a SuperVia.

A estreia da composição, que custou US$ 188 milhões, será no ramal de Deodoro, às 11h, e contará com a presença do vice-governador Fernando Pezão e do secretário estadual de Transportes, Julio Lopes.

 

A concessionária também irá reinaugurar a estação Silva Freire, no Méier, que ficou fechada por 22 anos, e servirá de parada nos ramais de Japeri e Santa Cruz. O projeto surgiu da necessidade de distribuir o fluxo de passageiros nas estações vizinhas do Méier e do Engenho de Dentro.

Durante os primeiros 30 dias de operação, o novo trem funciona fora dos horários de rush, até Campo Grande, com quatro vagões. Quando o restante das composições começarem a operar, os 34 trens passam a circular nas horas de pico, com oito vagões, nas linhas paradoras de Campo Grande, Bangu e Deodoro. 

Os trens que hoje circulam no ramal de Deodoro serão realocados em serviços expressos de outras linhas.
Com isso, os usuários terão acesso a mais composições com ar-condicionado durante a hora do rush, nas linhas mais movimentadas. Atualmente, existem apenas 38 trens climatizados: 20 asiáticos e 18 reformados.

Os novos trens têm capacidade para 1.300 passageiros, além de câmeras internas, bagageiros, televisões de plasma e comunicação direta com o centro de controle operacional. (Fonte O Globo)

sexta-feira, 16 de março de 2012

Expresso Pai da Aviação passou por testes nesta sexta-feira (16/03)

Depois de 15 anos fora de circulação uma litorina da extinta Rede Ferroviária Federal voltou a circular nesta sexta-feira (16). O projeto começou em 2006. Inicialmente ele prevê passeios aos finais de semana da estação até o bairro Quarto Deposíto, mas a proposta é chegar até ao Museu de Cabangu.


Depois do período de reforma, com ajuda de voluntários, o Expresso Pai da Aviação da Oscip Amigos do Trem, ficou pronto e entrou em fase de testes. Todos os detalhes foram checados cuidadosamente, e a locomotiva percorreu um trecho de cerca de um quilômetro e meio.

O resultado foi positivo, de acordo com o presidente nacional dos Amigos do Trem, Paulo Henrique do Nascimento, contamos com pessoal técnico que trabalharam na antiga Rede Ferroviária, Metrô RJ/Alstom entre outros.

Depois dos testes o Expresso Pai da Aviação, vai esperar que a Estação Central de Santos Dumont fique pronta para que, enfim, a locomotiva possa entrar em funcionamento. Contudo, ainda não há previsão de quando isso vai acontecer.

quinta-feira, 1 de março de 2012

Inspeção operacional de equipamentos do trem Litorina

Uma parceria transparente e com muita ética do Governo Federal, através Ministério dos Transportes, do DNIT, Prefeitura Municipal de Santos Dumont, do Mov. Nacional Amigos do Trem, com a participação efetiva dos ex-ferroviários da RFFSA, Metrô RJ/Brasília da comunidade e de alguns empresários locais, que com muito esforço, carinho, dedicação e principalmente do trabalho voluntário e sem qualquer ônus financeiro para o Governo (Federal, Estadual e Municipal), conseguimos recuperar a Litorina (trem), que vai atender futuramente os turistas na região da Zona da Mata Mineira e Campos das Vertentes, com isto, contribuindo para a geração de emprego, renda e do desenvolvimento do turismo regional.



Neste primeiro teste de inspeção operacional da Litorina pela empresa MRS Logística, tivemos um resultado muito positivo e com sucesso de todo trabalho voluntário de recuperação do trem, que esta sendo realizando desde de julho de 2010, a mesma foi aprovada nos testes de tração, sistemas de freios, parte elétrica entre outros itens importante da área operacional do trem.

Acreditamos, que brevemente após realizamos os outros testes finais do Expresso Pai da Aviação e seu adesivamento final nas cores da bandeira do Brasil, o mesmo nos próximos dias será deslocado para a cidade de Santos Dumont, visando dar inícios a implantação do trem turístico.