sábado, 30 de agosto de 2014

Canadian Pacific - Montanhas Rochosas

A Canadian Pacific CP opera em um ambiente altamente regulado em que as operações ferroviárias estão sujeitas às leis federais, regulamentos e regras, tanto no Canadá e nos Estados Unidos, que afetam diretamente a forma de gerenciamento muitos aspectos de operação ferroviária e atividades empresariais.

A Canadian Pacific Railway conhecida como CP Rail é uma companhia ferroviária do Canadá que administra uma malha ferroviária que estende-se de Vancouver a Montreal, e também atende a algumas cidades primárias nos Estados Unidos, como Minneapolis, Chicago e Nova Iorque.

sexta-feira, 29 de agosto de 2014

Union Pacific investe $ 20 milhões

Union Pacific Railroad vai reforçar a infraestrutura de transporte Kansas investindo US $ 20 milhões na linha ferroviária entre Topeka e Kansas City, Kansas. O projeto, financiado inteiramente pela Union Pacific, sem o dinheiro do contribuinte, começou 16 de junho e está prevista para ser concluída até meados de novembro.

A ferrovia vai substituir 66.700 dormentes e instalar 42.700 toneladas de lastro, além disso, as equipes vão renovar as superfícies em 116 cruzamentos, substituir quase um quilômetro de trilho em várias curvas, instalar mais de 11 quilômetros de novos trilhos e mudar 13 switches. A Union Pacific irá completar toda a sua rede de 32.000 milhas este ano para ajudar a melhorar a eficiência operacional de trem, reduzir tempos de espera nos pontos de passagens de nível e aumentar a segurança.


quinta-feira, 28 de agosto de 2014

Transporte Ferroviário 24 horas por dia

O transporte ferroviário de cargas e de passageiros funcionam 24 horas por dia no mundo sob qualquer tipo de clima. Na imagem abaixo trabalhadores fazem as rotas e máquinas de chaves em um pátio para o início de uma manobra programada.

Dependendo da quantidade de neve na via permanente é empregado nas frentes das locomotivas equipamentos para cortarem a neve, em alguns casos é necessário que um trem especial de manutenção próprio para a retirada do excesso de neve nos trilhos.

terça-feira, 26 de agosto de 2014

Primeiro trem da Linha 4 do Metrô do Rio de Janeiro passa por testes na China

O primeiro dos 15 trens encomendados para a Linha 4 do Metrô (Barra da Tijuca – Ipanema) à empresa chinesa Changchun Railway Vehicles Co já passa por testes nos sistemas elétricos, de sonorização e ar-condicionado. A segunda fase é de testes dinâmicos, de locomoção. Em meados de outubro, a máquina embarca no Porto de Changchum rumo ao Rio de Janeiro. A chegada está prevista para dezembro. Toda a frota estará comissionada (testada) e pronta para a operação no primeiro semestre de 2016. Mais de 300 mil pessoas usarão a Linha 4 do Metrô todos os dias.


A Linha 4 do Metrô do Rio de Janeiro (Barra da Tijuca — Ipanema) vai transportar, a partir de 2016, mais de 300 mil pessoas por dia e retirar das ruas cerca de 2 mil veículos por hora/pico. Com a nova linha, o passageiro poderá utilizar todo o sistema metroviário da cidade com uma única tarifa. Serão seis estações (Jardim Oceânico, São Conrado, Gávea, Antero de Quental, Jardim de Alah e Nossa Senhora da Paz) e aproximadamente 16 quilômetros de extensão. A Linha 4 do Metrô entrará em operação no primeiro semestre de 2016, após passar por uma fase de testes. Será possível ir da Barra a Ipanema em 15 minutos e, da Barra ao Centro, em 34 minutos. Fonte Metrô Linha 4


domingo, 24 de agosto de 2014

Trem East Coast - Estação Central Newcastle

Trem East Coast Classe 91 elétrico número 91.110 na Estação Central de Newcastle, East Coast Intercidades libera a estação em direção de London Kings Cross.

Newcastle upon Tyne, muitas vezes referida apenas como Newcastle, é uma cidade e distrito metropolitano do condado de Northumberland, na Inglaterra. Localiza-se no norte do país, próximo da fronteira com a Escócia.



sexta-feira, 22 de agosto de 2014

Trem Amtrak GE

A Empresa Norte Americana Amtrak, empresa do governo americano, liga dezenas de cidades em território americano transportando desde de passageiros, automóveis e encomendas de pequeno a médio porte.

A Amtrak também liga as cidades do Canadá como Montreal, Toronto e Vancouver. A Amtrak possui trens considerados de alta velocidade o Acela podendo chegar a 250 km/h, existem testes operacionais para aumentar esta velocidade para 275 km/h. Fonte: Amtrak




quinta-feira, 21 de agosto de 2014

Locomotiva de Carga na Neve

A câmera tinha muita dificuldade em encontrar o seu foco na neve pesada, e o trem estava tendo seu próprio conjunto de dificuldades também. Soando para a Run 8, as locomotivas estavam trabalhando para toda tração disponível.

Com a nova unidade, tenho certeza que os aquecedores estavam trabalhando em máxima, os trens de cargas são amplamente utilizados nos EUA, Canadá entre outros países, transportando grandes riquezas para seus países, desafogando rodovias poupando energia, colaborando com baixa emissão de gás carbônico.





quarta-feira, 20 de agosto de 2014

Trem Palácio Sobre Rodas - Índia

O Palace on Wheels é a melhor maneira de explorar a Índia. Uma semana longa viagem deste trem de luxo oferece os melhores locais para visitar, no estado de Rajasthan . O nível de conforto supremo desses trens é apenas inexplicável. A viagem começa a partir de Nova Deli levando passageiros para Jaipur , no segundo dia. Popularmente conhecida como a cidade rosa da Índia, Jaipur é famosa por seus palácios, fortalezas, jóias, passeios de elefante e artesanato.

A viagem continua então a uma série de parques nacionais, Jodhpur , excursões ao redor Pichhola Lake e também visitar as estruturas de arenito mil anos de idade de Jaisalmer . Agra é o último destino que permite que os turistas explorar uma das Sete Maravilhas do Mundo e um Mundial da UNESCO Heritage Site - Taj Mahal. O Palace on Wheels é a melhor forma de saborear o aspecto tradicional da Índia.

terça-feira, 19 de agosto de 2014

Trem da Amtrak transportam automóveis e passageiros

Trem da Amtrak Auto Serviço entre Virginia e Florida foi retomada pela Amtrak em 1983, a Amtrak uma corporação federal que opera a maioria dos trens interurbanos de passageiros nos Estados Unidos, continuou a usar o Auto Trem como uma parte importante de seu serviço.

Na operação atual de auto trem da Amtrak, há dois trens em operação simultaneamente. Os AutoRacks funcionam normalmente na parte traseira do auto trem é composto por vagões que transportam automóveis em dois níveis e também os de passageiros de dois andares super confortáveis.




domingo, 17 de agosto de 2014

Governo de Mato Grosso e empresários chineses discutem novas alternativas de transporte

O corredor ferroviário passará pelos estados de Goiás, Mato Grosso, Rondônia, Acre e chegará a fronteira Brasil/Perú com objetivo de unir os oceanos Pacífico e AtlânticoA construção da Ferrovia Transcontinental voltou a ser assunto, nesta sexta-feira (25.07), entre o governador Silval Barbosa e comitiva de empresários chineses. O assunto entrou em pauta com a assinatura de um tratado entre Brasil, China e Perú no dia 16 de julho, em Brasilia.  O envolvimento da China, grande parceiro econômico de Mato Grosso, é essencial pelo fato do país contar com um dos maiores corredores ferroviários do mundo, com cerca de 100 mil quilômetros de ferrovias sendo 11 mil km de trens de alta velocidade.


Durante o encontro Silval destacou mais uma vez a necessidade de um corredor ferroviário no estado e a importância de atrair investidores para consolidar uma logística adequada. “Mato Grosso é um local de oportunidades. Estamos abertos para receber empresas que buscam retorno em seus investimentos e que ajudem a desenvolver nosso estado”. Além da Transcontinental, que considera um projeto fundamental, o governador também ressaltou a importância da ferrovia Cuiabá-Santarém. “Somos os maiores produtores de quase todos os commodities, como soja, milho, algodão, girassol e carne bovina. Com uma logítica adequada poderemos avançar em outros segmentos produtivos como a mineração e consolidar o poder de competitividade do estado”.

O vice-presidente da China Railway Engineering Corporation (CREC), Ma Li, que liderou a comitiva chinesa, destacou que o grupo a que pertence tem interesse em investir no estado. “Mato Grosso tem um papel muito importante na produção agrícola e nossa empresa é muito grande e conhecida na China. Estamos em fase de pesquisa na Transcontinental e também temos muito interesse nesse projeto de Cuiabá-Santarém”. As negociações entre Mato Grosso e China começou em 2011 quando um grupo de profissionais da empresa participou da Rota da Integração Cuiabá-Santarém . Em 2012, o governador esteve em Pequim para apresentar projetos relacionados à infraestrutura e logística destacando o potencial turístico e econômico do estado.

Silval reconheceu que a legislação brasileira e a burocracia dos processos é um empecilho nas negociações econômicas com outros paises e prometeu não medir esforços e fazer tudo que está ao seu alcance para agilizar os procedimentos junto ao Governo Federal e a presidente Dilma Rousseff. No fim do encontro o governador destacou que as portas do Estado estarão sempre abertas aos investidores e presenteou o grupo com uma viola de cocho, explicando que o símbolo representa a cultura pantaneira e o artesanato mato-grossense. Como agradecimento, rececebeu caixas do tradicional chá matinal chinês.

sexta-feira, 15 de agosto de 2014

Trem de passageiros da Amtrak em procedimento de abastecimento

Um trem de passageiros da empresa norte americana Amtrak (National Railroad Passenger Corporation), a Amtrak opera uma rede ferroviária nacional que serve a mais de 500 destinos, em 46 estados da federação, através de 33.800 quilômetros de trilhos, com mais de 20.000 funcionários. Três rotas atendem o Canadá servindo metrópoles como Montreal, Toronto e Vancouver, além de destinos intermediários.

A empresa na foto abaixo, realiza um abastecimento de combustível diesel em rota, o transporte ferroviário de passageiros vem crescendo ano a ano em todo mundo por ser um transporte rápido, pontual e muito seguro.

Empresas norte americanas estudam mudança do diesel para gás natural

Alguns operadores de trem veem potencial mudança para o gás natural como uma transição enorme em tecnologia locomotiva, semelhante ao movimento dos motores de carvão a diesel. A economia em combustível e benefícios para o meio ambiente são enormes.

Reuniões estão sendo feitas para discutir o potencial do uso de gás natural para abastecer os trens, em vez de diesel. A idéia é popular entre os operadores de trem, com alguns descrevendo-o como uma grande transição em tecnologia locomotiva, semelhante ao movimento dos motores de carvão a diesel.

quarta-feira, 13 de agosto de 2014

Na Índia trem de passageiros bate recorde de velocidade

Em Nova Deli um trem de passageiros indiano estabeleceu um novo recorde nacional de velocidade de 160 km/h durante um teste entre a capital e a cidade Taj Mahal de Agra.

O trem completou os 200 quilômetros entre Nova Deli e Agra em cerca de 90 minutos, com 10 km a mais do que o recorde anterior. "Este é agora o trem mais rápido na Índia", o gerente divisional ferroviária Anurag Sachan disse de dentro do trem. "Estamos gravando todos os parâmetros técnicos durante o período de experiência e espero apresentá-lo ao público."


terça-feira, 12 de agosto de 2014

Construção da segunda linha ferroviária de Dammam Riyadh - Arábia Saudita

Presidente da Arábia Railways, Mohamed Swaiket, assinou um contrato de € 78 milhões para dobrar uma seção da linha de transporte ferroviário de mercadorias Dammam-Riyadh.

A primeira fase, que deverá estar concluído dentro dos próximos dois anos, abrange um trecho de 214 km que liga a capital à cidade portuária do Golfo Pérsico de Dammam.

O Governo da Arábia Saudita disse que a nova linha vai permitir que os operadores de carga possam executar serviços mais longos e mais frequentes entre as duas cidades. O projeto também vai aumentar a velocidade da linha para 150 km / h.

Fonte: Global Rail

domingo, 10 de agosto de 2014

Vale deu início à operação do Novo Trem de Passageiros da ferrovia Vitória a Minas no Brasil

Nesta terça-feira, dia 5 de agosto, a Vale dá início à operação do novo Trem de Passageiros da Estrada de Ferro Vitória a Minas (EFVM). Única empresa do país a oferecer, diariamente, o transporte ferroviário de passageiros em longa distância, a mineradora anunciou, no início deste ano, um investimento de mais de US$ 135 milhões para renovar a frota das suas duas ferrovias, a Estrada de Ferro Vitória a Minas (EFVM) e a Estrada de Ferro Carajás (EFC) - essa última que liga o Maranhão ao Pará. Desse montante, US$ 80,2 milhões foram destinados à compra dos carros que começam a operar nesta terça-feira na Vitória a Minas.


Fabricados na Romênia, os vagões, que desembarcaram em Vitória (ES) entre dezembro de 2013 e maio deste ano, obedecem a padrões europeus de qualidade. Na Vitória a Minas serão, ao todo, 56 novos carros, sendo 10 executivos e 30 econômicos. Já para a EFC, foram adquiridos 39 carros, dos quais seis serão executivos e 21 econômicos. Ainda como parte do investimento, também foram comprados novos carros restaurante, lanchonete, gerador e cadeirante (destinado a pessoas com dificuldade de locomoção) para ambas as ferrovias.

Vitória a Minas

Cada carro executivo da EFVM tem capacidade para transportar 57 passageiros. Já nos econômicos, há 75 lugares. Em ambas as classes os carros são climatizados e contam com tomadas elétricas individuais nas poltronas para possibilitar o carregamento de equipamentos eletrônicos, como notebooks e telefones celulares.


Mais modernos, os banheiros receberam novo layout e tecnologias voltadas a priorizar o uso sustentável dos recursos naturais, como a substituição do papel toalha por ar quente para a secagem das mãos. O sistema de descarga é a vácuo, semelhante ao utilizado na indústria da aviação, o que reduz o consumo de água. Os novos carros também são equipados com monitores de vídeo para oferecer uma opção de entretenimento aos passageiros durante a viagem. Além disso, toda a composição conta com detector de fumaça, aumentando a segurança dos usuários.

Os carros da classe executiva contam com sistema de som e iluminação individualizados para dar maior conforto e comodidade aos viajantes. Outro diferencial são as poltronas, mais confortáveis. As novidades contemplam também os carros-restaurante e cadeirante. O primeiro possui 72 lugares, o que representa um acréscimo de 56% em relação às composições que operam atualmente.

Segurança e conforto

O investimento prevê ainda um novo sistema de abertura e fechamento das portas externas, bem como as localizadas entre um carro e outro, que é automático. A travessia entre os carros também mereceu melhorias e ficará ainda mais segura e confortável. Isso porque a conexão entre os vagões passa a ser vedada por um sistema de plástico emborrachado.

Os novos carros de passageiros contam ainda com displays externos e internos, que exibem informações gerais sobre a viagem. Dados como destino e trajeto do trem, número dos carros, estações e paradas de embarque e de desembarque, entre outros, são algumas das orientações voltadas a facilitar ainda mais a viagem. Fonte: Vale

sábado, 9 de agosto de 2014

VLI reforça frota de locomotivas na Ferrovia Norte Sul

A VLI, empresa de logística que integra operações em ferrovias, portos e terminais intermodais, desembarcou nesta semana quatro locomotivas no Porto do Itaqui. Os equipamentos saíram do Porto de Santos e vão operar no trecho da Ferrovia Norte Sul (FNS) para dar suporte à demanda de transporte de grãos e celulose na região do corredor Centro-Norte, que interliga os estados do Tocantins e Maranhão.

As locomotivas, SD70AC, foram transferidas do corredor logístico Centro-Sudeste da VLI para reforçar a frota do Centro-Norte. O modelo é o mesmo das outras sete locomotivas que a empresa adquiriu no início de 2014 também para o transporte na FNS.


No Itaqui, as locomotivas foram içadas com o uso e dois guindastes localizados a bordo do navio. Cada locomotiva pesa em média 180 toneladas. Após o desembarque, os equipamentos passam por um procedimento de rotina de inspeção para serem incorporados às atividades ferroviárias ainda na primeira quinzena de agosto.

Estratégia de crescimento

A VLI atua em nove Estados e no Distrito Federal, divididos em cinco corredores logísticos: Centro-Norte, Centro-Leste, Centro-Sudeste, Minas-Rio e Minas-Bahia. Apenas no corredor Centro-Norte, que engloba os Estados do Maranhão e Tocantins, a frota de vagões para grãos e combustíveis mais que dobrou entre 2011 e 2013, saltando de 362 unidades para as 877 atuais. Já as quatro locomotivas irão somar-se às 07 máquinas SD70AC, mais os 12 equipamentos, modelo C36, que rodam nos trilhos da FNS, totalizando uma frota de 23 máquinas.

“O corredor Centro-Norte, que engloba os Estados do Maranhão e Tocantins, está na rota de crescimento da VLI. Além das aquisições em material rodante, também estamos estudando a implantação de novos terminais de cargas no Tocantins. Estamos atentos ao desenvolvimento dessa região e queremos crescer junto com ela”, destaca o gerente de fomento de negócios da VLI, Eduardo Calleia.

Sobre a SD70AC

Com potência de 4.300 hp, as SD70AC apresentam uma redução de consumo de combustível em 9%, se comparado às locomotivas utilizadas atualmente na FNS. Os novos ativos seguem o padrão americano, um dos mais rigorosos em relação à segurança e a conservação do meio ambiente. As cabines são climatizadas, com equipamentos para proporcionar conforto e segurança ao maquinista. Além disso, as operações da FNS ganharão em rapidez e eficiência. “Com máquinas mais modernas e potentes, esperamos realizar trens maiores, com menor quantidade de locomotivas, o que reduzirá a necessidade de manobras para a montagem dos trens, dando agilidade no escoamento dos produtos por ferrovia”, explica Calleia. Fonte: Assessoria de Imprensa - VLI

terça-feira, 5 de agosto de 2014

Locomotivas CAF

A CAF tem uma longa tradição na concepção e fabricação de locomotivas de todos os tipos para diferentes bitolas. As locomotivas elétricas e as Locomotivas diesel.

Nossas locomotivas podem ser equipadas com o sistema de bogies especiais que podem operar em várias bitolas de forma intercambiável.

As locomotivas Bitrac, locomotivas capazes de circularem em tração elétrica e diesel-elétrico em duas versões Co'Co'y Bo'Bo '.


Fonte: CAF

sábado, 2 de agosto de 2014

Edital lançado para a primeira linha ferroviária de alta velocidade do México

O governo mexicano publicou um concurso internacional para a construção de uma linha ferroviária de alta velocidade de 210 km entre Cidade do México e Querétaro.

O Ministério do México das Comunicações e Transportes (SCT) lançou o concurso desta semana. O governo mexicano espera que o projeto para começar este ano e estar pronto para o serviço de passageiros até meados de 2017.

Com uma velocidade de até 300 km/h, ocorredor vai reduzir o tempo de viagem para as cidades em duas horas e criar 20 mil empregos diretos, indiretos e 41.000 em toda a sua construção.

Fonte: GRNews