terça-feira, 4 de fevereiro de 2014

Índia lança seu primeiro Monotrilho

Mumbai, a capital financeira da Índia, foi aberto ao público no domingo o Monorail primeiro país asiático, com dois anos de atraso, para aliviar o congestionamento do tráfego. O monotrilho com 8,9 quilômetros foi aberto pelo chefe do governo do estado de Maharashtra, Prithviraj Chavan , no domingo, os habitantes de Bombaim poderiam viajar nele pela primeira vez, de acordo com a televisão NDTV.


O novo sistema de transporte, que tem um custo de 480 milhões de dólares, conecta o Perto Wadala e Chembur , no leste da cidade, e os trens percorrem sete estações entre sete amanhã e as três da tarde.

Quando o projeto começou há cinco anos, será concluído em 2015, terá 20 quilômetros de trilhos, ligando o sul e leste da cidade em carros e trens azul, verde e rosa, com capacidade para transportar 560 passageiros .

Apesar de ser o centro econômico da Índia, Mumbai, tem uma infra-estrutura envelhecida , suas estradas sofrem com o congestionamento, o número de passageiros em trens geralmente superior a três vezes a sua capacidade.

Segundo trem comprado pela SuperVia chega ao Rio de Janeiro

O segundo trem nacional adquirido pela SuperVia (composto por oito carros) está em fase final de montagem na oficina de Deodoro, localizada na Zona Oeste do Rio de Janeiro. A unidade, entregue na sexta-feira (31/01), é parte de uma compra de 80 carros feita pela concessionária e que chegarão ao longo do ano.


O primeiro trem, recebido em janeiro, está em período de testes no ramal Japeri que, por ser reto e plano, favorece as avaliações de velocidade para aceleração e desaceleração. Os procedimentos incluem os sistemas de tração, freios e portas. A previsão é que, ao final de todos os testes, o trem tenha percorrido mais de 2 mil km, o equivalente a 32 viagens da Central do Brasil à estação Japeri. A nova composição deverá entrar em operação no mês de março.

O processo de renovação da frota da SuperVia, iniciado em 2012 com a aquisição de 120 carros chineses, prevê a aquisição de 80 carros por parte da concessionária e outros 280 por parte do Governo do Estado. Todos os carros já foram comprados ou licitados. Os trens comprados pela SuperVia terão montagem finalizada na nova fábrica de trens que a empresa construiu em Deodoro. Fonte: SuperVia