sábado, 31 de janeiro de 2015

Empresa polonesa apresenta equipamentos para diretoria do Metrô - DF

O presidente do Metrô-DF, Marcelo Dourado, recebeu nesta quinta-feira (29), o embaixador da Polônia no Brasil, Andrezej Braiter, e o presidente do Conselho de Administração da Novamedia, Krzysztof Owczorek. A empresa é especializada na fabricação de equipamentos eletrônicos e tem contratos com metrôs de algumas cidades brasileiras, como o de São Paulo.


Owczorek apresentou portfolio de produtos e serviços da Novamedia, considerada uma das mais modernas da Europa, e tem previsão de montar uma fábrica no Brasil em 2016.

Marcelo Dourado informou que, ainda no primeiro semestre deste ano, o Metrô-DF deverá lançar edital de licitação, com previsão de recursos do governo federal, para a modernização do sistema operacional e de telecomunicações do Metrô. E apresentou as vantagens de se instalar uma fábrica no DF. "Brasília está no centro do país, e o governador Rollemberg tem interesse de atrair empresas e indústrias para a região", afirmou.Fonte: Metrô - DF

sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

Alstom Citadis - Ottawa

O VLT Citadis Alstom foi mostrado para cidade de Ottawa e OC Transpo, na presença do prefeito Jim Watson, ministro Ontário Transporte, Stephen Del Duca, membro do Parlamento Federal, o Royal Galipeau, e Jérôme Wallut, Senior Vice-presidente da Alstom Transport América do Norte, bem como outros participantes. A cidade de Ottawa irá exibir o mock-up em tamanho real do futuro trem metropolitano ligeiro da Confederação Linha O-Trem em Aberdeen Pavilion em Lansdowne Parque durante fevereiro e março.

            

" Este importante projeto de infra-estrutura de transporte vai ajudar a garantir um sistema de transporte público de qualidade exigido para atender às necessidades futuras de trânsito da cidade, "disse Jérôme Wallut. " Como o mercado de light rail está crescendo na América do Norte, o Espírito Citadis foi especialmente construído para a região e é específica para cada cidade e comunidade que irá servir. A Alstom espera que este é o primeiro de muitos outros projetos para vir ". Fonte: Alstom


OC Transpo - Ottawa

terça-feira, 27 de janeiro de 2015

Trem Regional Alstom/SNCF

O trem Régiolis é caracterizado por um equipamento de modo duplo, isto é, tração eléctrica e a diesel, o qual se encaixa perfeitamente na rede Métrolor. O Conselho Regional Lorraine já aprovou a aquisição de oito trens que será encomendado entre até 2015, nas seguintes áreas: Nancy Bridge / São Vicente,  Mirecourt / Contrexéville, Nancy / Saint Dié Nancy, Epinal / Saint Dié.

sábado, 24 de janeiro de 2015

Aeroexpress - Rússia

A Aeroexpress, empresa de transporte ferroviário, localizada na Rússia, desenvolveu o seu primeiro trem de dois andares. Fabricado para operar nas adversas condições climáticas do país, o novo trem recebeu o nome de Aeroexpress Eurasia e será uma importante ferramenta para o crescimento da empresa, que faz a ligação entre os principais aeroportos de Moscou.


No dia 14/11/2014, a Aeroexpress realizou o evento de lançamento que contou com autoridades locais e a imprensa. Depois de fazer um tour pelo trem, Sergey Sobyanin, prefeito de Moscou, aprovou o novo trem, disse que trará muitas melhorias para a cidade, além de oferecer um grande conforto aos passageiros. Fonte: Aeroexpress

quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

Ligação ferroviária de Lisboa para Madrid

O Lusitânia Comboio Hotel é um comboio que parte diariamente de Lisboa-Stª. Apolônia com destino à capital espanhola. A viagem é sempre noturna, permitindo descansar, dormir, organizar trabalho e aproveitar para saborear refeições a bordo do vagão restaurante, apesar de ser possível fazer a ligação diurna em outras composições. Os passageiros podem optar por lugares sentados de 1ª e 2ª classes, com opção de cabines com cama. O comboio internacional Lusitânia permite-lhe chegar ao centro de Madrid, nas primeiras horas da manhã.


quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

SuperVia coloca mais quatro composições novas

As Composições oferecem 4,8 mil lugares refrigerados aos passageiros por viagem. A SuperVia iniciou, nesta segunda-feira (19/1), a operação assistida de mais dois trens chineses adquiridos pelo Governo do Estado, chegando ao total de 24 composições do segundo lote em circulação. Desde o início do ano, são quatro novos trens circulando nos trilhos da concessionária, que juntos oferecem 4,8 mil lugares refrigerados aos passageiros por viagem.


Durante uma semana, as composições circulam em operação assistida para análise das equipes técnicas sobre o desempenho dos trens antes que eles sejam inseridos à grade regular do sistema ferroviário. A previsão é de que outras 46 composições novas entrem em circulação ainda este ano, quando se completa o total de 70 trens encomendados pelo Estado. O processo de renovação da frota da SuperVia segue em ritmo acelerado e, desde 2011, 49 trens antigos foram aposentados, dando lugar aos modelos de última geração.

Os trens chineses contam com passagem interna entre os carros, sistema que não permite a abertura de portas durante as viagens, circuito interno de câmera, bagageiro e painéis de LED. Em 2016, o processo de renovação da frota será concluído e os passageiros do trem do Rio contarão apenas com composições refrigeradas e a idade média da frota terá reduzido de 25 para 15 anos. Fonte: Governo do Estado

terça-feira, 20 de janeiro de 2015

Ferrocarril Chihuahua al Pacifico - México

A Ferrocarril Chihuahua al Pacifico (Copper Canyon Railway) conta com 36 pontes e 87 túneis ao longo dos seus 655 km de comprimento. Conectando o árido interior montanhoso do norte do México com a costa do Pacífico, a estrada de ferro passa por cenários que incluem paredes de cânions absolutas, quedas d’água e planícies desérticas. Dois trens operam na rota entre Los Mochis e Chihuahua: o primera express (primeira classe) tem restaurante, bar, poltronas reclináveis e faz menos paradas do que a classe econômica. A Canyon Travel opera um vagão particular com um de que aberto “para absorver a atmosfera ao ar livre do canyon”. Fonte: Lonely Planet



quinta-feira, 15 de janeiro de 2015

Governo e autarquias se unem para construir ferrovia entre Aveiro e Mangualde

A negociação que está a ser feita entre a Refer e várias autarquias no eixo da A25, relativamente à futura ligação ferroviária entre estas cidades, é vista com confiança pelo secretário de Estado das Infraestruturas, Transportes e Comunicações, Sérgio Monteiro.


“Tenho muita confiança de que sejamos capazes de chegar a bom porto nesta negociação e, portanto, que tenhamos o misto entre a requalificação da Linha da Beira Alta e uma parte do traçado novo, desde que o custo seja compatível com a nossa realidade orçamental”, afirmou Sérgio Monteiro, em Viseu, durante uma sessão do ciclo de debates públicos “Ter Estado”.

Os autarcas têm defendido que a solução que melhor serve o Centro e Norte do país passa pela construção de uma linha nova entre Aveiro e Mangualde e depois a melhoria da Linha da Beira Alta até à fronteira, “numa abordagem que potencie as exportações do país, mas sem esquecer os passageiros”. Fonte: Mangualdade Online

quarta-feira, 14 de janeiro de 2015

Golfo investirá US$ 200 bilhões em ferrovias

Arábia Saudita, Bahrein, Catar, Emirados Árabes Unidos, Kuwait e Omã, que formam o Conselho de Cooperação do Golfo (GCC, na sigla em inglês), deverão investir nos próximos anos mais de US$ 200 bilhões na construção de 40 mil quilômetros de redes de transporte sobre trilhos. Esta previsão foi divulgada no domingo (11) pelo ministro das Comunicações e dos Transportes de Omã, Ahmed Bin Mohammed Bin Salim Al Futaisi, na abertura da Conferência de Metrô e Trens do GCC, que é sediada no país.


No mesmo encontro, o CEO da Saudi Arabian Railways, Rumaih Al Rumaih, afirmou que o país está construindo uma rede de cinco mil quilômetros e que já há 1,4 mil quilômetros de ferrovias em operação. Mais de 500 representantes de 25 países participaram do encontro, realizado no domingo e nesta segunda-feira (12). Fonte: ANBA

domingo, 11 de janeiro de 2015

Trens totalmente automatizados - Alstom

A Alstom tem mais de 10 anos de experiência operacional em trens totalmente automatizado, nas grandes cidades como Amsterdã, Cingapura e Barcelona. E em breve, entregaremos também primeiros comboios de metropolitano totalmente automatizada da Austrália, em Sydney.

A Alstom fornecerá nova geração de trens de trânsito rápido de Sydney como parte da North West Rail Link, primeira rede ferroviária totalmente automatizada da Austrália e maior projeto de transporte público da Austrália.

Nos termos do contrato de operações para o North West Rail Link, hoje atribuído ao consórcio Northwest Rapid Transit, a Alstom será responsável pela gestão do projeto, projeto, fornecimento, fabricação, testes e comissionamento do material circulante e dos sistemas de sinalização.

sábado, 10 de janeiro de 2015

Concessionária MRS revitalizou 46 passagens em nível

Para garantir a segurança ferroviária, a MRS investiu em 2014, cerca de R$ 5 milhões em obras de eliminação de interferências, entre elas a construção de viadutos e passarelas, e sete quilômetros de linha férrea que foram vedados em pontos críticos.


Apesar disso, ainda existem muitos pontos nos quais pedestres, veículos e ferrovia convivem no mesmo espaço. Para garantir a segurança nesses locais, a MRS revitalizou, em 2014, 46 passagens em nível ao longo de toda a malha, o investimento de R$ 3,5 milhões fez parte de um Plano Plurianual, aprovado pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) e terá continuidade nos próximos anos.

Recentemente, quatro passagens foram revitalizadas em Juiz de Fora, que é a cidade que possui o maior número de registros de acidentes ferroviários envolvendo comunidades ao longo da linha férrea. Com base nisso, a MRS entregou melhorias em quatro passagens de pedestres: Mariano, Tupi, Senai e Democrata. Com o objetivo principal de melhorar a segurança ferroviária em passagens de pedestres. Para isso, foram apontadas três principais frentes de trabalho: continuidade da limpeza e manutenção da faixa de domínio, incluindo vedação em alguns pontos; combate ao despejo de lixo na ferrovia; e revitalização das passagens de pedestres. Fonte: Revista Ferroviária

sexta-feira, 9 de janeiro de 2015

Monotrilho suspenso de Tóquio

O Monotrilho de Tóquio foi inaugurado em 1964, para coincidir com os Jogos Olímpicos de Verão e ganhou o recorde como o monotrilho mais movimentado do mundo, transportando cerca de 100 milhões de passageiros anualmente. O percurso oferece uma visão privilegiada da Baía de Tóquio.

Faz parte do Haneda Line, com um total de 11 estações, conectando o aeroporto de Haneda até a estação de Tokyo Minato. Foi construído pela empresa Hitachi Monorail e os primeiros carros foram feitas no Japão seguindo o design alemão ALWEG, o mesmo usado no Monotrilho de Seattle e da Disneyland.

Depois foram sendo substituídos por modelos mais novos em 1969, 1977, 1982 e 1989. São seis carros no total (Series 1000 e 2000) e a velocidade média é de 45 km/h, podendo chegar a 80 km/h. Como foi projetado para levar passageiros ao Aeroporto, os carros tem espaço extra para bagagens de mão. Fonte: Japão em Foco

Ferrovia Transcontinental - Cooperação Ferroviária Embaixador chinês Li Jinzhang

O embaixador Li Jinzhang falou sobre a assinatura do entendimento sobre Cooperação Ferroviária, realizado em julho de 2014 pelo ex-ministro dos Transportes e a Comissão Nacional de Desenvolvimento e Reforma. O termo abre espaço para a participação de empresas chinesas na licitação do trecho 4 da Ferrovia Transcontinental, que ligará Lucas do Rio Verde (MT) a Campinorte (GO). “A China está empenhada em colocar em prática este acordo. O assunto está sendo discutido há bastante tempo e já temos bases sólidas para iniciarmos o processo”, afirmou o embaixador.


Além disso, o documento prevê a elaboração de projetos ferroviários e capacitação de trabalhadores. O ministro Antonio Carlos Rodrigues se demonstrou muito interessado em dar andamento aos temas previstos na Cooperação Ferroviária e afirmou: “Vamos colocar este assunto em nossas pautas de prioridades e tirar este projeto do papel o quanto antes. Trabalharemos para que isso ocorra em breve”. Fonte: Ministério dos Transportes

sábado, 3 de janeiro de 2015

Amtrak - EUA

A Amtrak tem mais de 40 anos de rica história americana, estamos orgulhosos dos esforços que temos colocado no serviço ferroviário de passageiros. Desde a nossa formação, em 1971, temos trabalhado incessantemente para transformar uma forma clássica de transporte, preservando os aspectos da viagem de trem e modernizar a frota. Fonte: Amtrak