quinta-feira, 24 de maio de 2012

Bombardier Zefiro

Feira internacional de transportes que se inicia nesta terça-feira, 21,  na Alemanha, mostra trens e outros veículos com tendência ecológica, com tecnologia e design focados na economia de combustível e utilização de formas alternativas de energia. 
Um dos veículos apresentados é o Bombardier Zefiro, trem de alto desempenho que alcança 380 km/h e teve a maior parte da sua produção feita com materiais "verdes", fazendo parte da tecnologia ECO4 implantada pela empresa. 



"A indústria de transporte ferroviário, assim como muitas outras, esteve em tempos de tempestade nos últimos anos, mas agora com o fim da crise temos novos desafios a serem realizados", afirmou André Navarri, presidente da Bombardier. Em contato com a imprensa e lideranças dos Verdes alemães, Navarri disse estar torcendo por uma vitória de Marina Silva, no Brasil, "pois ela tem essa proposta filosófica de desenvolvimento equilibrado entre economia e ecologia, que é a base da criação do nosso Zéfiro também". 
Ele gostaria de implantar um projeto deste tipo num país carente de transporte coletivo e com grande potencial de energias alternativas como o Brasil. André Navarri comentou que havia recebido online uma tradução em resumo das principais declarações da candidata do Partido Verde a Presidente do Brasil, em telejornal da Rede Globo, quando ela afirmou: "O homem saiu da Idade da Pedra não porque acabaram as pedras, mas foi encontrada uma alternativa melhor. Assim também, vamos sair da Idade do Petróleo".
Fonte: Reuters

http://www.bombardier.com/

sábado, 21 de abril de 2012

Roma-Nápoles, AGV Italo Alstom

O AGV. Italo fez uma viagem inaugural entre Roma e Nápoles (Itália) com vários jornalistas e gestão NTV bordo. O trem saiu de Roma, como planejado, pouco antes de 10 horas e chegou na hora em Nápoles às 11h05.



Fundada em 2006, a fim de operar rede de Itália de comboio de alta velocidade, NTV, primeira operadora privada da Itália, escolheu a Alstom em 2008 para fornecer e manter 25 trens AGV por um período de 30 anos. O projeto final para as composições e os seus órgãos internos - completamente personalizado para NTV - foram revelados no centro de manutenção de Nola em 13 de Dezembro de 2011.
Alstom
A primeira viagem foi a oportunidade para a imprensa para viajar a bordo da composição AGV primeiro. Os trens são ultramoderno, com um ótimo desempenho ambiental e econômico. A tecnologia de bordo também é projetado para permitir que todos os tipos de viajantes - famílias, estudantes, gestores e turistas - para permanecer conectado com seu ambiente e aproveitar ao máximo o seu tempo de viagem.
O AGV composições. Italo entrará em serviço comercial na linha Nápoles-Roma-Florença-Bolonha-Milão em 28 de Abril, antes de ser estendido para Salerno, Turim e Veneza no final do ano. 

quinta-feira, 12 de abril de 2012

Alstom apresenta VLT em Jundiaí



Clique para ampliar
A Alstom expõe, até o dia 22 de abril, uma maquete em tamanho real do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) Citadis, na Praça Matriz, em Jundiaí, interior de São Paulo. O VLT é um dos sistemas de média e grande capacidade que estão sendo analisados pela prefeitura para melhorar o trânsito na região central da cidade. Segundo a prefeitura, a maquete atrai a visita de 1,5 mil pessoas por dia.
A maquete tem 2,40m de largura, 3,37m de altura e 13,5m de comprimento, enquanto o VLT real tem largura de 2,65m e opções de 30 ou 40m de comprimento, além de capacidade para mais de 400 passageiros.
Segundo a Alstom, o VLT Citadis possui gasto de energia até 75% menor em relação ao ônibus elétrico e transporta o equivalente a 50 carros ou três ônibus. O modelo é usado em 34 cidades e conta com mais de 1.100 composições em operação pelo mundo.
Caso a prefeitura de Jundiaí escolha o sistema de VLT da Alstom como o ideal para o transporte da cidade, será o primeiro contrato este tipo firmado pela empresa francesa no Brasil.

quinta-feira, 29 de março de 2012

Governo autoriza obras do monotrilho em SP

A linha 17-ouro completa terá cerca de 18 km de extensão e 18 estações. A primeira etapa de obras terá 8 km, saindo do aeroporto, passando pela avenida Roberto Marinho até a estação Morumbi da linha 9-esmeralda da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos).
A demanda de passageiros prevista na linha é de 252 mil pessoas por dia, e deve começar a operar a partir de 2015.

O investimento será de cerca de R$ 3,2 bilhões, com recursos provenientes dos governos do Estado, do município e empréstimo do governo federal (Caixa e BNDES).

Apesar de trafegar sobre trilhos elevados, a construção do monotrilho vai desapropriar 110 imóveis. Três decretos já foram publicados pelo governo, em um total de 118 mil m² --equivalente a 14 campos de futebol.


Ilustração divulgada pelo Metrô mostra como deverá ser a linha do monotrilho em SP


Por conta do início das obras, a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) vai interditar uma faixa da avenida Roberto Marinho, no sentido marginal, a partir das 17h de domingo (1º).



A faixa a ser fechada fica junto ao canteiro central, entre as ruas Constantino de Souza e Princesa Isabel. A interdição deve durar dois anos.
Os veículos serão desviados à direita para as outras quatro faixas da avenida. Fonte Folha


segunda-feira, 26 de março de 2012

Trem do Monotrilho - Linha 2-Verde SP

Confira o Monotrilho da linha 2 verde do estado de São Paulo e veja como será seu interior e algumas características do Monotrilho.

O Monotrilho é um transporte elétrico não poluente, a tendência nas grandes metrópoles é a utilização de transportes ecologicamente correto.

Outro sistema interessante é o Aeromóvel do Rio Grande do Sul e de Nova Iguaçu no Rio de Janeiro que está em fase de implantação. Veja mais informações neste site.