terça-feira, 17 de dezembro de 2013

Sinalização ERTMS da Alstom atravessando fronteiras

Para viajar de um país para outro, como entre Barcelona e Paris ou entre Rotterdam e Génova, os trens têm de se adaptar a uma variedade de especificações de sinalização e de técnicos. Saiba mais sobre a interoperabilidade e a solução de sinalização ERTMS da Alstom.


Alstom, que desempenhou um papel importante na definição das normas e ERTMS ETCS, oferece Atlas, um sistema dedicado totalmente compatíveis com esses padrões para atender às necessidades operacionais do cliente. Esta solução completa integra todos os dados da rede para adaptar a velocidade e a distância entre comboios, mesmo quando o trem atravessa a fronteira.


sexta-feira, 13 de dezembro de 2013

VLT Citadis da Alstom o escolhido para as necessidades do Centro do Rio

O Veículo Leve Sobre Trilhos Citadis da Alstom foi o escolhido para atender a demanda no Centro do Rio de Janeiro e Zona Portuária.

A alimentação de energia será feita por terceiro trilho sob a via entre os trilhos de rolamentos, ele é a prova de choque e está em local inacessível ao pedestre, não haverá catenárias.

O Citadis é capaz de fazer curvas fehadas graças aos seus módulos articulados atendendo perfeitamente as curvas do Centro da Cidade e Zona Portuária.

Ele terá conexão com a Praça XV, Metrô, Rodoviária, Ônibus, Trem e a futura Estação Terminal do Trem de Alta Velocidade - TAV na Leopoldina.



terça-feira, 10 de dezembro de 2013

GE transportation conclui mais uma Locomotiva Dash 9 com 60% de nacionalização

A GE Transportation vai entregar na semana que vem a primeira locomotiva Dash 9 de bitola métrica com índice de nacionalização de 60%. A máquina faz parte da conclusão do primeiro ano do Plano de Nacionalização Progressiva (PNP) para esse modelo, que foi assinado com o BNDES, em dezembro de 2012, e tem duração de três anos.

MODELO AC44: mais de 3 500 itens fabricados no Brasil

O contrato prevê o fornecimento de três locomotivas – todas serão entregues ainda neste mês. Por enquanto, o cliente é mantido em sigilo. A produção está sendo feita na fábrica da GE em Contagem (MG).

No final de abril, a fabricante finalizou a montagem de quatro locomotivas AC44 com 63% de índice de nacionalização. As máquinas foram fabricadas em Contagem para a ALL e fizeram parte do Plano de Nacionalização Progressiva autorizado pelo BNDES. O acordo foi assinado em 2008, com duração de cinco anos. Foram desenvolvidos 56 novos fornecedores locais, que receberam treinamentos e homologação.

Na época, a empresa disse que seguiria a mesma fórmula usada no projeto da AC44 para a Dash 9,abordando os mesmo fornecedores. Segundo a empresa, esse plano é uma oportunidade para aumentar o volume e reduzir custos totais para a cadeia de fornecimento.

No início desse ano, a GE entregou para a ALL máquinas desse modelo, mas com índice de nacionalização menor. Fonte: RF e Abril


sábado, 9 de novembro de 2013

Estação Central de Montreal, Quebec - Canadá

A Estação Central de Montreal (Central Station, em inglês ou Gare Centrale, em francês) é a maior estação ferroviária de Montreal, na província de Quebec, no Canadá.

Possui serviços de várias companhias, a saber: VIA Rail, Amtrak, AMT, Metrô de Montreal e STM.
No detalhe, mostra a cabine de uma Locomotiva Diesel/Elétrica de Passageiros e ao fundo mais a direita um Trem Regional Bombardier de dois Andares da AMT.


A Estação Central passou a ser uma das mais importantes para passageiros de 1943 até a criação da VIA Rail, em 1978. A VIA Rail adquiriu todos os trens de passageiros da Canadian Pacific Railway naquele ano e o tráfego de trens interurbanos desde a Estação Windsor até a Estação Central de Quebec foi gradualmente sendo consolidado na Estação Central de Montreal.

A Estação Central de Montreal está localizada no centro do corredor Quebec City-Windsor, o mais utilizado em todo o país, que se estende desde Windsor e Sarnia, passando por Toronto, Ottawa e Montreal, até Quebec City. Fonte: Via Rail Foto: Trans Trilhos


quinta-feira, 7 de novembro de 2013

Canadense Bombardier inovando

A mais recente inovação da plataforma TRAXX é a TRAXX diesel-elétrico P160 com tecnologia inovadora multi-motor. Esta locomotiva é um multi-funcional polivalente, adequado para o transporte regional ou transporte de mercadorias, atendendo às mais recentes normas de emissão.

     

Fabricante está trazendo para o Brasil a locomotiva diesel-elétrica Traxx F80 Multi-Engine, que tem quatro motores e utiliza truques flexifloat com barra de tração, sem pião e sem atrito de giro.


Com quatro motores de tração, a locomotiva de bitola métrica utiliza truques flexifloat com barra de tração, sem pião e sem atrito de giro. São utilizadas molas no lugar do pião, tecnologia semelhante ao sistema de suspensão de caminhões. A potência de tração da máquina é de até 4000 HP.