sábado, 24 de setembro de 2016

Stadler Rail constrói Locomotivas para MRS

Para suportar o traçado mais inclinado entre a cidade portuária de Santos e São Paulo, a concessionária ferroviária MRS Logística S.A. aplica a qualidade suíça no sudeste do Brasil. A Stadler Rail constrói para a empresa especializada em transporte de mercadorias as sete maiores locomotivas de cremalheira e pinhão do mundo, equipadas com cabos da HUBER+SUHNER.

Resultado de imagem para Empresa suíça vende maior locomotiva do mundo ao Brasil
Made in Switzerland: A maior locomotiva de cremalheira e pinhão do mundo.

Aproximadamente 65% de todo o volume de carga brasileiro são transportadas pela MRS. Trata-se, sobretudo, de minério de ferro do interior assim como produtos acabados em aço que são produzidos nos grandes complexos industriais no sudeste do país. A ligação para Santos, o maior porto da América do Sul, possui, por conseguinte, um grande significado. O percurso de dez quilômetros desde Raiz da Serra a Paranapiacaba é assim um grande desafio. Mais de 10% è inclinado e segue desde zero a 800 metros acima do nível do mar. As locomotivas normais não conseguem ultrapassar esta inclinação, tão pouco com as elevadas cargas de mercadorias que têm que ser transportadas. Por isso, são necessárias as locomotivas de cremalheira e pinhão. A MRS aplica a partir de 2013 sete novas locomotivas elétricas que são mais rápidas e podem transportar ainda cargas mais elevadas Com quase 19 metros de comprimento e 121 toneladas, trata-se das maiores locomotivas de cremalheira e pinhão do mundo. Fonte: Stadler Rail



quarta-feira, 21 de setembro de 2016

Veja parte do automatismo e simulação de pilotagem de trens do metrô de São Paulo

Veja parte do automatismo e simulação de pilotagem no tráfego de trens do metrô de São Paulo, na linha 4 amarela mais precisamente, os trens são totalmente automatizados sendo monitorados a distância pelos controladores de tráfegos ou condutores de trens a distância conforme enfatizado na reportagem.


Os simuladores de treinamento leva aos funcionários a mais próxima realidade do dia a dia das composições em circulação e de como atuar em caso de pane e avaria. Em caso extremo de pane ou algum tipo de avaria, um piloto de metrô ou condutor de trem, pode pilotar o trem localmente com total segurança, continuando a viagem normalmente. O Metrô Rio também conta com simulador de pilotagem como treinamento. Fonte: Metrô de São Paulo/Olhar Digital

video

domingo, 18 de setembro de 2016

Estudo técnico de compartilhamento de tráfego de trens na mesma malha ferroviária - Canadá

Estudo técnico de tráfego de trens com sinalização embarcada, envolvendo trens de passageiros paradores, trens de passageiros intercidades de média velocidade e trens de super cargas. Cruzamento entre composições com compartilhamento da malha ferroviária. Estudo técnico realizado pelo Especialista Técnico Metroferroviário Silvério Borges Pires Neto. Visite as Revistas Eletrônicas Trem de Alta Velocidade http://www.tavtrilhos.com e Transportes Sobre Trilhos http://www.transtrilhos.com

Foto: Silvério Borges Pires Neto - Estação Central de Montreal

Com a tecnologia da sinalização embarcada nas composições que circulam no eixo entre Toronto e Montreal passando por Ottawa, pude verificar nos estudos técnicos que a principal empresa de sinalização embarcada em tráfego de trens utilizada é a Wabtec https://www.wabtec.com/ um fornecedor líder de produtos à base de tecnologia de valor agregado e serviços para o transporte ferroviário, transporte e outras indústrias globais, essa avançada ferramenta permite o tráfego de trens com segurança máxima entre as composições, o automatismo embarcado nos trens monitora velocidade, aproximação, sinalização e outras informações que possibilita em caso de desacordo entre velocidade sinalização que o sistema aplique frenagem de emergência impedindo uma situação insegura que possa levar a um avanço de sinal ou perímetro ocupado por outra composição, técnica utilizada em todo mundo.

Fonte/Foto/Vídeo: Silvério Borges Pires Neto. Estudo técnico realizado concomitantemente com a Universidade La Cité em Ottawa - Canadá 


sábado, 17 de setembro de 2016

Projetada pelo Arquiteto espanhol Santiago Calatrava

Projetada pelo Arquiteto espanhol Santiago Calatrava, a estação de Lyon na França, com 5.600 metros quadrados se assemelha a um pássaro no momento da fuga e é vista como uma porta de entrada simbólica para a região de Lyon. A armação em aço atinge quase 40 metros de altura e sua estrutura de concreto refere-se à metáfora de um enorme pássaro com asas espalhadas. Chegando de carro você entra no salão principal através de um "Portal", formado por um pilar de concreto em forma de V que se juntam as extremidades de quatro arcos em aço.


O par do centro de arcos segue a linha do telhado para formar uma espinha, as vigas curvas exteriores abrangem mais de duas asas simétricas envidraçadas. No triangular salão principal da coluna central é formada por três arcos apoiados em conjunto por vigas diagonais. Duas grandes varandas suspensas penetram no espaço. Fonte: SNCF

segunda-feira, 12 de setembro de 2016

Começa amanhã em São Paulo, a 22ª Semana de Tecnologia Metroferroviária

Começa amanhã em São Paulo, a 22ª Semana de Tecnologia Metroferroviária, realizada pela Associação dos Engenheiros e Arquitetos de Metrô – AEAMESP. O evento que se estende até 16 de setembro, no Centro de Convenções Freia Caneca, em São Paulo (SP) contará com a participação da Associação EraTransmidia, que durante os quatro dias oferecerá aos presentes um passeio virtual por áreas do metrô acessadas por poucos. Fonte: CTPM/Metrô


Essa experiência única acontecerá graças à tecnologia de filmagem em 360º, realizada por câmeras especiais, que em um único take, captam a imagem de um ambiente em sua totalidade. O resultado é um filme que ao ser visualizado através de óculos panorâmicos, possibilita imersão e permite que o público interaja com o olhar, escolhendo seu próprio ponto de vista para acompanhar a história.

Realizada paralelamente ao Congresso, a METROFERR EXPO é uma exposição que reúne empresas fabricantes de equipamentos metroferroviários, fornecedores de peças e serviços, mídias especializadas, etc. que levam ao evento as inovações oferecidas ao mercado metroferroviários.

Sobre o 3º Prêmio Tecnologia & Desenvolvimento Metroferroviários – cerimônia de entrega do 3º Prêmio Tecnologia e Desenvolvimento Metroferroviários, será realizada no dia 13 de setembro, logo após a abertura da 22ª Semana de Tecnologia Metroferroviária das 14h às 15h30. Os 16 trabalhos técnicos serão agraciados com troféus e os três melhores receberão um prêmio de R$ 5 mil, cada um. O Prêmio Tecnologia & Desenvolvimento Metroferroviários é uma iniciativa da Associação Nacional dos Transportes de Passageiros sobre Trilhos (ANPTrilhos) e da Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) com o apoio da AEAMESP.

22ª Semana de Tecnologia Metroferroviária e METROFERR EXPO 2016

Data: 13 a 16 de setembro de 2016

Horário dia 13: das 14 às 17h30

Horário dias 14 a 16: 9h00 às 17h40

Local: Centro de Convenções Frei Caneca

Endereço: Rua Frei Caneca, 596, 4º – São Paulo – SP

Após os painéis, os palestrantes atenderão a Imprensa na Sala VIP


_____________________Revista Eletrônica Transportes Sobre Trilhos - O Futuro da Mobilidade - RETT_____________________
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...