terça-feira, 11 de dezembro de 2018

Centro Integrado de Operação e Manutenção - VLT Rio

Centro Integrado de Operação e Manutenção - CIOM, é o local onde acontecem as manutenções e lavagens das composições para estarem cem por cento prontas para atender os usuários. No CIOM, o VLT capta energia através das catenárias para se deslocar. Já nas ruas, a captação acontece pelo sistema APS, alimentação pelo solo.


O VLT Carioca passou a integrar o dia a dia de quem circula no Centro. Inspirado nos bondes que deixaram as ruas nos anos 1960, o sistema faz a conexão entre os diversos pontos de chegada à região central de forma mais ágil e sustentável. O Centro de volta aos trilhos como parte de uma reconstrução. Da reocupação do espaço urbano, da melhoria da mobilidade, do carioca conhecendo e reconhecendo áreas de cultura e lazer. Como parte da operação Porto Maravilha, os bairros da Saúde, Gamboa e Santo Cristo ganham novos serviços sem perder sua história e se reintegram à dinâmica da cidade.

O VLT é parte fundamental dessa trajetória. Pelos trilhos do bonde contemporâneo, hoje é possível não só percorrer os principais pontos do Centro e Região Portuária, mas também estar próximo a trens, metrô, barcas, porto, ônibus e aeroporto Santos Dumont, além de teatros, museus e todo o polo de negócios e entretenimento local.

E isso é feito longe do trânsito, sem barulho, sem combustíveis fósseis e com mais qualidade de vida. Com o VLT, as definições de confiança foram atualizadas. Um modelo de pagamento inédito, que aposta na prestação de um bom serviço aliado à fiscalização baseada na orientação, e que se provou sucesso tanto entre cariocas quanto visitantes.

Essa história começou em 2012, ainda com as primeiras intervenções que prepararam a Região Portuária para receber o sistema. E segue sendo escrita diariamente, em cada viagem e com cada passageiro que segue seu caminho com o VLT. Fonte: VLT Carioca


domingo, 9 de dezembro de 2018

Locomotivas Vossloh

A locomotiva da família Vossloh Locomotives, composta por três e quatro eixos industriais, manobra e locomotivas principais - é aprovada e utilizada com sucesso em muitos países europeus. Os clientes podem escolher entre uma ampla gama, dependendo da sua preferência no que se refere a tração, ao peso e à movimentação diesel-hidráulica ou diesel-elétrica. Esta estratégia modular caracteriza-se por uma componente comum de alta qualidade, que garante que os veículos sejam fáceis de servir e possam ser adaptados aos desenvolvimentos tecnológicos.


Um aspecto fundamental é a oferta de financiamento, bem como todos os serviços necessários relacionados à tração do diesel no transporte ferroviário. Os clientes podem escolher entre uma oferta abrangente de serviços no local, manutenção pesada, bem como contratos de serviços completos ou contratos de fornecimento de peças sobressalentes. A Vossloh Locomotives tem sua própria rede de serviços europeia, que é apoiada por oficinas de parceiros. Fonte: Vossloh

domingo, 2 de dezembro de 2018

Estação World Trade Center

A Estação PATH do World Trade Center foi originalmente inaugurada em 19 de julho 1909 como Terminal Hudson. Quando o Terminal Hudson foi demolido para abrir caminho para o World Trade Center, uma nova estação foi construída, inaugurada em 1971. Esta estação serviu de terminal para as linhas Newark-World Trade Center e Hoboken-World Trade Center até que foi destruída durante os ataques de 11 de setembro de 2001. 


A estação foi reconstruída em uma estrutura temporária que foi inaugurada em 23 de novembro de 2003. A estação projetada por Santiago Calatrava, ganhou novo nome World Trade Hub Transportation Center, uma estação metroferroviária. Fonte: Capitalnewyork


quarta-feira, 21 de novembro de 2018

Estação New Street de Birmingham

A estação de New Street de Birmingham é um cubo importante do transporte e um aspecto chave  na mobilidade. Ocupando uma posição importante na cidade e lidar com uma grande quantidade de tráfego, que fornece a primeira impressão de Birmingham para um grande fluxo de visitantes para o Midlands.


A proposta para Birmingham New Street Station produz uma arquitetura icônica que, além de criar uma impressão,  capaz de comunicar ao público a função do edifício e o caráter de sua localização no centro de Birmingham City. Para tal, propõe-se dar expressão à natureza dinâmica do tema ferroviário. Fonte: Archdaily


quinta-feira, 15 de novembro de 2018

Trem de Offenburg para Konstanz - Rota da Floresta Negra

A Rota da Floresta Negra é muito conhecida, afinal as paisagens são deslumbrantes. A Floresta Negra (Schwarzwald em alemão) é uma cordilheira do sudoeste da Alemanha, atravessada pela linha divisória de águas entre o Oceano Atlântico e o Mar Negro. Sua linha ferroviária percorre 150 km de paisagens memoráveis entre Offenburg e Konstanz, passando por túneis, florestas de pinheiros e árvores de galhos escuros. Fonte: Divulgação


A Floresta Negra é uma cordilheira do sudoeste da Alemanha, no estado de Baden-Württemberg. Ela é separada pelo vale do Reno do maciço dos Vosges, de que retoma a forma triangular e o tipo de relevo, mais elevado ao sul. O ponto culminante é o Feldberg, que atinge 1493 metros.

sábado, 10 de novembro de 2018

Locomotivas são utilizadas no Canal do Panamá

Os navios são dirigidos no interior das eclusas por potentes locomotivas ferroviárias para não se chocarem com as paredes laterais das eclusas. A travessia do Canal é feita por três comportas, onde a água funciona como uma espécie de elevador. Vindo do Atlântico, por exemplo, o navio entra na comporta, com a água no mesmo nível do oceano. As eclusas são fechadas e as válvulas de enchimento são abertas.
 

A água entra através de poços do piso, elevando o navio 26 metros, até o nível do Lago de Gatún. As válvulas são fechadas novamente e os portões superiores abertos. O navio sai da comporta para o lago. E segue para as outras comportas, onde acontece o processo inverso de descida até o nível do oceano Pacífico. As portas das eclusas são maciças e de aço, sendo as eclusas triplas no lago de Gatún com 140 metros de altura e pesam 745 toneladas cada uma, mas são tão bem contrabalançadas que um motor de 56 kW é suficiente para abri-las.


O lago Gatún está à 26 metros acima do nível do mar, é alimentado pelo rio Chagres, onde foi construída uma barragem para a formação do lago. Do lago Gatún, o canal passa pela falha de Gaillard e desce em direção ao Pacífico, primeiramente através de um conjunto de eclusas em Pedro Miguel, no lago Miraflores, a 16,5 metros acima do nível do mar, e depois, através de um conjunto duplo de eclusas em Miraflores. Todas as eclusas do canal são duplas, assim as embarcações podem passar nos dois sentidos simultaneamente. Fonte: Divulgação



_____________________Revista Eletrônica Transportes Sobre Trilhos - O Futuro da Mobilidade - RETT_____________________
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...