sexta-feira, 22 de junho de 2018

A Renfe testou trem alimentado por gás natural liquefeito - Espanha

A Renfe testou o que descreveu como o primeiro trem de passageiros do mundo a ser alimentado por gás natural liquefeito (GNL).

O projeto foi lançado para avaliar a viabilidade econômica e ambiental da fonte de combustível como alternativa ao diesel. O GNL é parte de uma estratégia de combustíveis alternativos que inclui a eletrificação da ferrovia.

Como parte de testes, um dos dois motores diesel em um trem Renfe 2600 foi substituído por um que utiliza gás natural para sua propulsão, de modo que uma comparação poderia ser feita, os elementos auxiliares necessários também foram instalados. Fonte: Renfe

domingo, 17 de junho de 2018

Estação Incheon - Aeroporto Internacional

Existem várias maneiras de viajar do Aeroporto Internacional de Incheon para o centro de Seul. As formas mais populares incluem tomar o Airport Railroad Express (AREX), Metrô Metropolitano de Seul, ônibus de limusine do aeroporto e táxis. Entre estes, a ferrovia do aeroporto tem o benefício de evitar o tráfego nas estradas, permitindo que os turistas cheguem ao seu destino em um momento específico.


O Incheon Airport Trem Maglev, é um trem do tipo Maglev na Coreia do Sul, ele foi inaugurado em 3 de fevereiro de 2016. É a segunda linha Maglev do mundo comercialmente operarando. Os trens com design futurista graças ao peso bem mais leve e com custos de construção cortados a metade é rápido para fazer as conexões. Ele liga o Aeroporto Internacional de Incheon à Estação de Yongyu e Complexo de Lazer ao atravessar a ilha de Yeongjong. A linha não é considerada parte do metrô metropolitano de Seoul, é possível realizar a transferência para o AREX do Metro Metropolitano de Seul na Estação do Aeroporto Internacional de Incheon. Fonte: Seul News


quarta-feira, 13 de junho de 2018

O maior sistema de metrô da Índia vai passar a ser totalmente alimentado a energia solar

O maior sistema de metrô da Índia vai passar a ser totalmente alimentado a energia solar, com o objetivo de reduzir a sua enorme pegada de carbono. O chefe da Delhi Metro Rail Corporation (DMRC), Mangu Singh, disse que o sistema de metroviário vai passar a depender totalmente da energia solar para operar os trens, infraestruturas e iluminação.


Ainda assim, a DMRC vai manter outros sistemas de energia de reserva para o caso de surgir algum problema. Além disso, não foi relatada qualquer possibilidade de utilização de sistemas de armazenamento de energia (baterias).

Atualmente, a DMRC tem um pico de procura de 150 megawatts, que deverá aumentar para 250 megawatts devido à expansão da rede. A empresa assinou um acordo com o parque de energia solar Rewa, proposto para instalação no estado de Madhya Pradesh, com o intuito de adquirir 250 megawatts de eletricidade.

O novo parque de energia solar deverá ter uma capacidade total instalada de 750 megawatts e poderá começar a produzir eletricidade. Fonte: Techitt


segunda-feira, 11 de junho de 2018

Conheça o primeiro trem do mundo 100% movido a energia solar

O primeiro trem do mundo movido 100% a energia solar já existe e está circulando em fase de testes pelos trilhos de Byron Bay, na Austrália. A companhia ferroviária da cidade remodelou um trecho de três quilômetros e restaurou uma antiga locomotiva dos anos 70, equipando-a com painéis solares flexíveis de 6,5 kilowatts (kW).


O passeio foi inaugurado em dezembro de 2017, com serviço parcial. O funcionamento total começou em janeiro de 2018 e já é um sucesso. Já nos primeiros 19 dias, a novidade já tinha transportado 10 mil pessoas.


O trem comporta 100 passageiros sentados, com espaço para outros tantos em pé, além de bagagem, motos e pranchas de surfe. A tarifa para uma viagem de ida é de US $ 3 para pessoas maiores de 14 anos, US $ 2 crianças de 6 a 13 anos e gratuita para crianças até cinco anos. Fonte: Australian Trains




quinta-feira, 31 de maio de 2018

Lyon Saint Exupery - TGV França

Projetada pelo Arquiteto espanhol Santiago Calatrava, a estação de Lyon na França, com 5.600 metros quadrados se assemelha a um pássaro no momento da fuga e é vista como uma porta de entrada simbólica para a região de Lyon.


A armação em aço atinge quase 40 metros de altura e sua estrutura de concreto refere-se à metáfora de um enorme pássaro com asas espalhadas. Chegando de carro você entra no salão principal através de um "Portal", formado por um pilar de concreto em forma de V que se juntam as extremidades de quatro arcos em aço.

O par do centro de arcos segue a linha do telhado para formar uma espinha, as vigas curvas exteriores abrangem mais de duas asas simétricas envidraçadas. No triangular salão principal da coluna central é formada por três arcos apoiados em conjunto por vigas diagonais. Duas grandes varandas suspensas penetram no espaço. Fonte: Alstom


Veículos para manutenção de trilhos em clima severo

A boa manutenção dos trilhos é fundamental para o bom funcionamento de uma linha férrea. De fato, quando um trilho está obstruído os trens correm perigo, por isso, os materiais depositados devem ser removidos: os veículos ferroviários Tesmec foram projetados para enfrentar estes problemas.

A Tesmec projeta e produz veículos especiais ferroviários para fazer a manutenção dos trilhos de linhas férreas, bondes e metrôs, assim como veículos para a limpeza e remoção de obstruções e materiais - tais como neve, gelo e folhas - depositados no percurso dos trilhos.


Os veículos ferroviários de manutenção de trilhos da Tesmec são capazes de trabalhar também em baixas temperaturas e podem ser equipados com diversos itens opcionais para diferentes usos. Fonte: Tesmec


_____________________Revista Eletrônica Transportes Sobre Trilhos - O Futuro da Mobilidade - RETT_____________________
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...